Atualmente, boa parte dos dispositivos móveis utilizados no dia a dia que usam USB não precisa ser ligada a uma fonte de energia, já que a própria porta é capaz de fornecer eletricidade; além disso, o formato padrão ajuda muito na hora de carregar diferentes aparelhos.

Se um carregador USB puder fornecer a energia necessária para o carregamento do seu smartphone, ou de qualquer outro dispositivo que suporte o formato, ele poderá ser utilizado para esse fim. A exceção fica por conta de aparelhos que consomem maior quantidade de energia, como impressoras e alguns modelos de HDs externos, por exemplo.

Um detalhe interessante é que, assim como acontece com diversas outras tecnologias, o padrão USB passa por algumas mudanças em suas especificações ao longo do tempo e isso também inclui sua alimentação elétrica. O padrão USB 3.0, por exemplo, pode oferecer maior quantidade de energia: 900 miliamperes contra 500 miliamperes do USB 2.0.

E se você não acredita no potencial do USB, saiba que já existe até mesmo uma bateria portátil que aproveita a oportunidade de transferência de energia do novo padrão para carregar um notebook tão rápido como se ele estivesse conectado a uma tomada de parede.