Para quem vive no universo alternativo do Android sempre trocando de ROM, sabe que fazer backup do sistema é importante para não perder os seus dados. O Android sempre salvou algumas configurações, de forma limitada, mas vimos detalhes sobre a próxima versão do robozinho que informava que todos os dados dos aplicativos serão salvos no Google Drive. Assim como os dados de jogos, como arquivos de salvamento, são armazenados em sua conta do Play Games. Isso permite fazer uma limpeza completa do sistema e ter tudo configurado de volta com apenas alguns toques na tela.

Com o Android M, todas as configurações feitas em seus aplicativos são salvas automaticamente em sua conta do Google Drive. A melhor parte é que tudo é criptografado para que nenhuma informação importante seja capturada durante o processo. Para cada app instalado em seu smartphone, Google dará um espaço de 25MB no Drive para ser feito o backup. Este espaço será um adicional concedido pela Google. Ou seja, se você tem uma conta com 15GB no serviço, não será descontado do seu espaço total para fazer backup dos dados dos seus aplicativos.

android-m

Para usar o serviço de backup, o usuário vai precisar estar conectado em uma rede Wi-Fi, sendo também necessário estar logado na conta Google para realizar o processo. Se preferir, o usuário poderá transferir os dados para um novo celular ou em atualizações do aparelho. A novidade já está disponível para quem estiver testando a versão Preview do Android M, onde é possível ativar ou desativar o recurso além de escolher quando e quanto da sua banda de dados serão usados pela novidade. Isso ajudará a evitar gastos desnecessários com a sua operadora.

A boa notícia é que aplicativos de terceiros que não estejam vinculados diretamente com a Play Store, também podem entrar no backup. Assim, caso você instale algum app manualmente, será possível fazer backup dos seus dados também. No entanto, cabe ao desenvolvedor do aplicativo migrar o código da sua solução para o SDK (pacote de desenvolvimento do Android) versão 23. Os devs também podem decidir se seus apps vão usar apenas o Wi-Fi para realizar o backup de dados ou também redes móveis.