Há dois dias a Google disponibilizou seu relatório mensal com os dados sobre a distribuição das variadas versões do Android, por meio do qual vimos a dificuldade do Android Lollipop superar 20% de cota com quase um ano de vida. O sistema do robozinho verde sofre com a fragmentação desde que começou a receber novas versões a partir de 2009 e o problema parece estar se agravando cada vez mais, pelo menos é o que mostra as imagens e dados abaixo.

Fragmentação do Android - todas as versões já lançadas
Fragmentação do Android – todas as versões já lançadas

No gráfico da OpenSignal vemos a participação de todas as versões do Android já lançadas no mercado, com uma grande vantagem para as versões Froyo e Gingerbread, lançadas em 2010. E apesar da grande participação de versões atuais, como Jelly Bean e KitKat, lançadas em 2012 e 2013, respectivamente, as fabricantes acabam abandonando dispositivos um pouco mais antigos e até mais novos para focar a atenção em futuros produtos. Na imagem GIF abaixo vemos como o número de dispositivos cresceu de 2014 até agora.

AndroidFragmentationTNW

As imagens são muito claras, demonstrando que a cada ano as diversas fabricantes apostaram em aumentar o portfólio sem a preocupação com os dispositivos já lançados. Segundo um estudo recente há pelo menos 24.000 diferentes modelos de dispositivos móveis em circulação no mercado, incluindo smartphones, phablets, tablets, relógios inteligentes e outros. O gráfico abaixo demonstra quais fabricantes estão com o portfólio mais recheado.

Número de dispositivos Android por fabricantes
Número de dispositivos Android por fabricantes

Todos esses dados não são tão surpreendentes, já que acompanhando os lançamentos dos últimos tempos é clara a vantagem da Samsung em número de novidades apresentadas por todas as mais de 1200 fabricantes. E o descaso com os usuários por parte da maioria das marcas os deixa órfãos no quesito atualização de software.

Considerando os dados de 2013, quando o relatório apontava “apenas” 12.000 dispositivos Android no mercado, temos um crescimento de quase 100% em dois anos. E apesar de a Samsung ter prometido reduzir o número de lançamentos anuais, na soma de todas as marcas o quadro não deve mudar muito. É nesse cenário que plataformas rivais se apoiam para demonstrar superioridade, como a Microsoft com o Windows Phone/Mobile e a Apple em cada lançamento de uma nova versão do iOS. Confira como está a distribuição do sistema da maçã no gráfico abaixo.

Fragmentação do Android x iOS
Fragmentação do Android x iOS

Apesar de a fragmentação ter seu lado negativo, também é preciso reconhecer que a diversidade possui seus pontos fortes. Temos uma variedade de dispositivos em termos de preços, características e design para todos os bolsos e preferências. O que você acha, a vantagem é muito maior que a desvantagem? Ou a Google poderia ser mais agressiva e buscar forçar as fabricantes na atualização dos dispositivos, mesmo modelos antigos?