Entre janeiro e junho deste ano, dos fabricantes de Smartphones os aparelhos da Sony foram os que mais tiveram reclamações registradas no PROCON. No total, foram 2.709 queixas registradas, das quais 865 reclamações foram contra a Sony durante o primeiro semestre deste ano. A lista também aponta o índice de reclamações que foram solucionadas por todas as empresas e, no caso da Sony, a empresa solucionou apenas 69% do total de queixas. A Motorola figura em segundo lugar com 535 reclamações, e na terceira posição aparece a Samsung com 497 reclamações. Confira o ranking abaixo:

RECLAMAÇÕES SOLUCIONADAS
SONY 865 69%
MOTOROLA 535 86%
SAMSUNG 497 95%
MICROSOFT 114 86%
LG 109 89%

Na última semana, conversamos com a Diretora de Marketing da Sony Mobile Brasil, Ana Peretti, que comentou sobre como são conduzidas as reclamações dentro da empresa. Segundo ela, existe uma preocupação muito grande em relação à experiência do consumidor com os produtos da marca. A empresa possui um processo alinhado entre as equipes de marketing e pós-venda que atuam no monitoramento de reclamações realizadas por clientes em diversos canais, como o Reclame Aqui, o PROCON, as redes sociais e as lojas físicas. Com relação aos testes de infiltração em dispositivos à prova d’água, a Sony realiza todos os testes necessários no Brasil, centralizando os procedimentos entre dois centros de reparos avançados que são parceiros da Sony. Neste caso, a assistência da Sony atua somente como um ponto de coleta e não faz o reparo do dispositivo no local.

Assim como a lista divulgada pelo PROCON, a Sony também não informa quais foram os motivos dessas reclamações contra seus smartphones ou tablets. Durante os dois semestres do último ano, a Samsung ocupava a primeira posição no ranking do PROCON com 571 reclamações, seguida pela Motorola (297 reclamações) que se manteve no segundo lugar. Você pode consultar a lista de 2014 aqui, e a do primeiro semestre de 2015 aqui.

E aí, você já teve algum problemas com algum dispositivo dessas empresas top 5 do PROCON?