A Elephone ficou responsável pela comercialização do modelo destinado ao mercado internacional, mas faltava a oficialização da apresentação.

Entretanto, através de um comunicado, a Cyanogen anunciou oficialmente a parceria com a ZUK, tendo esta publicado a notícia no seu site. O Android Headlines teve a oportunidade de estar na apresentação deste modelo à imprensa e já publicou algumas fotos do mesmo.

Em termos de hardware, temos um conjunto equilibrado, com tela FullHD de 5,5″, 3GB de RAM e 64GB de armazenamento. O processador já é um velho conhecido, Snapdragon 801 da Qualcomm, o qual vem acompanhado do GPU Adreno 330. O conjunto de câmeras 13MP/8MP segue a tendência do mercado.

Tem uma porta USB 3.0 tipo C, bateria de 4100mAh e um sensor de impressões digitais que também funciona como botão “home”.

No design destaca-se o anel metálico a toda sua volta e laminado nas extremidades, o que dá outro ar e resistência ao conjunto.

O principal fator de destaque é o sistema operacional, não é nada mais e nada menos que o popular CyanogenOS, agora na versão 12.1.

ZUK Z1
ZUK Z1

As semelhanças com o OnePlus One da OnePlus são gritantes, poderíamos até dizer que são dois irmãos separados à nascença, tendo o ZUK ficado um ano a mais na incubadora. Esta situação torna-se ainda mais interessante quando sabemos que é intenção da OnePlus lançar um novo equipamento até final do ano, o qual deverá ter por base o hardware no OnePlus One, mas com algumas alterações que prometem acrescentar valor ao produto (isto segundo o CEO Pete Lau).

De um lado da balança temos o tal “novo OnePlus”, do outro o ZUK Z1. Partindo do princípio que vão jogar no mesmo intervalo de preço, terá o CyanogenOS capacidade de (novamente) desequilibrar a balança? Irá a OnepPlus sofrer na pele com o resultado de uma estratégia que lhe foi tão favorável?

Se tivermos em linha de conta que a própria Lenovo disponibiliza o Motorola Play ( resta saber se o preço será efectivamente o anunciado…), a Alcaltel o idol 3, a Asus o Zenfone 2 (prestes a chegar), a Huawei o P8 Lite, a LG, Samsung e Sony mais uma pipa de equipamentos, é caso para se dizer que a gama média está ao rubro! O que não faltam são opções na casa dos 200-300€.